F.A.Q

Não. Contudo é interessante consumi-la com moderação. O excesso pode interferir nos exames de urina.

É necessário verificar a relação de exames solicitados, pois existem procedimentos que são realizados apenas no período da manhã.

Somente se o seu médico solicitar. Se isso não acontecer, a urina poderá ser colhida em qualquer horário do dia com retenção de 2 horas. O material deverá ser colhido em frasco apropriado, fornecido pelo laboratório ou adquirido em farmácia.

Não, porém existem exames que necessitam de dietas. É recomendado verificar qual exame de urina está sendo solicitado. Orientamos que envie foto do pedido médico para o WhatsApp do Laboratório para obter maiores informações.

O primeiro jato de urina traz células e secreção que podem estar presentes na uretra, principalmente se existir um processo inflamatório e/ou infeccioso chamado uretrite. Quando se está preocupado com uma possível infecção urinária é importante que o material examinado não contenha o material com o que estava presente na uretra. Daí a necessidade de desprezar o primeiro jato e coletar o jato médio, ou seja, uma urina que representa bem o material que está na bexiga.

É necessário que seja feita a identificação do exame solicitado, para que possamos informar a forma correta de realizar a coleta do material. Nesses casos pode ser encaminhado o pedido médico pelo WhatsApp para obter maiores informações.

1) Necessário abstinência sexual ejaculatória (relação ou masturbação)entre 2 a 7 dias. Urinar antes da coleta de esperma;

2) O esperma deve ser coletado em frasco estéril de boca larga fornecido pelo laboratório;

3) Lave bem as mãos e o pênis com água e sabão comum. Enxágue bastante seque bem com toalha limpa ou papel toalha;

4) Abra o frasco, tirando a tampa e colocando-a virada para cima. Não toque o frasco ou a tampa por dentro. Procure não contaminar o lado de fora do recipiente;

5) A coleta deve ser por masturbação, sem o uso de camisinha ou lubrificante mineral, sintético, nem mesmo saliva, ou água. Tente ejacular dentro do frasco, sem perder nenhuma parte da amostra. A coleta não pode ser realizada por coito interrompido. Não pode ocorrer perda de material durante a coleta. Toda quantidade ejaculada deve ser colocada dentro de um frasco estéril fornecido pelo laboratório;

6) Ao terminar, tampe bem o frasco e verifique se está bem fechado. Anotar o horário do término da coleta;

7) A coleta deve ser feita no laboratório podendo haver exceções em circunstâncias excepcionais (coleta domiciliar), no caso de pacientes vasectomizados ou se demonstrarem dificuldade de produzir uma amostra por masturbação no laboratório, entre outras. Após a coleta do ejaculado, entregar a amostra de sêmen para o laboratório dentro de 1 hora. Durante o transporte para o laboratório, a amostra deve ser mantida entre 20°C e 37°C. É indispensável a apresentação do documento de identidade com foto.

* EXAME REALIZADO SOMENTE UNIDADE MATRIZ, 2ª À 6ª FEIRA DAS 07h30 às 10h * ENDEREÇO: RUA BRASIL ACCIOLY, 400 – CENTRO

O lipidograma, especificamente, não precisa mais de jejum.

Caso seja obrigatório o jejum, será necessário remarcar a coleta para outra data, pois pode apresentar alterações nos resultados dos exames.

Para realizar qualquer exame pelo convênio, é necessário o pedido médico.

 

Não é necessário estar em jejum.

Não é necessário estar em jejum.

  • Para realizar o exame de PSA é necessário:
  • Não ter ejaculado nas últimas 48 horas;
  • Não ter feito exercício em bicicleta, corrida, aeróbica, não ter andado de motocicleta ou praticado equitação nas últimas 48 horas;
  • Não ter feito uso de supositório, sondagem uretral ou toque retal nos últimos 03 dias;
  • Não ter realizado ultrassom transretal nos últimos 07 dias;
  • Não ter realizado biópsias prostáticas nas últimas 04 semanas;
  • Não ter realizado colonoscopia ou retossigmoidoscopia nos últimos 15 dias;
  • No caso de homens que tenham feito prostatectomia total (retirada total da próstata), o preparo não é necessário;
    Não é necessário jejum.

Alguns sim. Portanto, quaisquer que sejam os medicamentos que esteja tomando, avise o atendente do laboratório antes do exame. Caso um deles interfira, você terá que conversar com seu médico sobre a possibilidade de suspendê-lo por alguns dias. Se a interrupção não for possível, esse dado terá que ser levado em conta na avaliação do resultado.

No caso de uso prévio ou atual de antibióticos, o nome do medicamento precisa ser informado ao laboratório. A administração de antibióticos não impede a realização da cultura, mas em algumas situações pode interferir no resultado do exame.

Não. A suspensão de medicamentos somente pode ser autorizada pelo médico e seu uso deve ser mantido conforme orientação do mesmo. Alguns exames são realizados exatamente para avaliar o efeito do uso do medicamento.

Sim. O fumo pode elevar a concentração de substâncias como adrenalina, aldosterona, cortisol e antígeno carcinoembrionário. O tabagismo também é causa de elevação na concentração de hemoglobina, no número de leucócitos e de hemácias e no volume corpuscular médio. E ainda, o fumo causa redução na concentração de HDL-colesterol.

Sim, por exemplo, no de urina. Por isso o ideal é fazê-lo 3 dias após o período menstrual. Se tiver alguma urgência, a paciente deverá fazer assepsia no momento da coleta e fazer uso do tampão vaginal para que o sangue menstrual não se misture com a urina.

Em tese, não há problema. Aliás, alguns exames são solicitados exatamente porque a pessoa está com febre contínua e a intenção do médico solicitante é verificar se alguma infecção é responsável pelo quadro febril. Mas é importante consultar o médico responsável ou o laboratório antes de coletar o material, pois em alguns casos pode haver interferência nos resultados, principalmente nos exames destinados a avaliar aspectos metabólicos e imunológicos.

 

Alguns exames são prejudicados, por exemplo: PSA, glicose, prolactina, dentre outros. O paciente que estiver exercendo atividades físicas não obterá os verdadeiros resultados dos exames. Porém, sempre que possível, recomendamos aos pacientes que venham ao laboratório receber as devidas orientações (específicas de cada exame).

 

Um tempo de jejum muito prolongado (superior a 14 horas) causa variações nos exames. O laboratório não recomenda a coleta de exames após jejum prolongado.

 

Sim, após o procedimento de coleta dos exames não há restrição de nenhuma atividade.

 

A boa prática laboratorial recomenda que para cada exame há necessidade de orientação específica. Desta forma as orientações dadas ao paciente não podem ser generalizadas e aplicadas rigorosamente. Cada paciente, cada exame e cada situação devem ter suas particularidades analisadas de forma a se obter o maior grau de confiabilidade dos resultados.

 

Não há necessidade de dieta especial. Para coleta, deve-se atentar aos seguintes itens:
– Não contaminar as fezes com urina;
– Não coletar as fezes em período menstrual e em sangramentos devido a hemorroidas.

Esta coleta deve ser realizada no mesmo dia em que se colheu a glicose de jejum. O exame de glicose pós-prandial exige que o paciente retorne ao laboratório duas horas após o início de seu almoço para uma nova coleta de sangue. Devido a importância do horário da coleta da glicose pós-prandial, o laboratório solicita a presença do cliente 15 minutos antes de completar as duas horas.

 

O Teste do Pezinho é um exame laboratorial simples que tem como objetivo detectar precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas que possam causar lesões irreversíveis no bebê. A maioria das doenças pesquisadas podem ser tratadas com sucesso desde que diagnosticadas antes mesmo de manifestar os primeiros sintomas. A coleta deverá ser feita entre o 3º e 30º dias de vida e de preferência na primeira semana de vida. Quanto mais cedo for realizada a coleta, mais precocemente será iniciado o tratamento dos casos afetados.

Não. Somente os resultados com valores críticos são passados pelo analista clínico por telefone ao médico. Ao paciente é passado por telefone a informação de que seu laudo está liberado pela internet/site ou nas unidades de atendimento.

Apenas se estiver acompanhado do responsável.

 

O laboratório disponibiliza os resultados de seus exames no menor prazo possível, porém deve-se levar em conta que cada exame tem procedimentos operacionais diferentes. Caso você tenha alguma necessidade como antecipação de resultados, registre para o atendente do laboratório no momento de seu atendimento.

 

O resultado será entregue mediante a apresentação do comprovante de atendimento e autorização assinada no ato do cadastro em caso de exame de sigilo ou mediante apresentação do protocolo entregue no ato do cadastro.

 

Nesse caso, o laboratório solicita que compareça em uma das unidades de atendimento com documento de identidade oficial. Essas informações não serão liberadas por telefone ou e-mail, exceto nos casos de coleta domiciliar, que serão fornecidas pelo técnico responsável.

 

Para este exame, não há nenhum preparo específico antes da coleta, é indicado que não se aplique fármacos nasais momentos antes da coleta afim de não prejudicar o material.

Os exames laboratoriais deverão ser realizados a critério do médico. Recomenda-se, entretanto, que se espere pelo menos até o quinto dia do início dos sintomas para realizar a sorologia já que ela depende da presença de anticorpos contra o vírus.

 
Pesquisa de satisfação
Por favor, ajude-nos a melhorar nossos produtos/serviços preenchendo este questionário.

Selecione a opção abaixo contando a sua experiência com nosso laboratório

Limpar seleção